Semijoia e bijuteria: afinal, qual a diferença entre elas?

0

Hoje vamos esclarecer uma dúvida extremamente comum entre as mulheres: afinal, qual a diferença entre semijoia e bijuteria? Saber que essas diferenças vão bem além do valor é indispensável para evitar possíveis constrangimentos e ciladas na hora e depois das compras.

As bijuterias 

Toda cidade possui um “calçadão”, um lugar onde vende-se de tudo, como a 25 de Março, em São Paulo. Nesses locais você encontra uma grande diversidade de bijuterias. 

Normalmente, elas são importadas da China ou outros países asiáticos e são compostas de níquel, chumbo, cádmio e outros metais pesados que podem causar irritações na pele e até danos mais profundos à sua saúde.

O brilho de uma bijuteria tende a ser um tanto opaco, apagadinho, quando comparado com o de uma semijoia e ele logo desaparece definitivamente. As bijuterias também não são polidas e apresentam rebarbas, o que as deixa ásperas.

E quando você acha que está comprando uma pérola de verdade, na verdade está desfilando por aí com uma pérola sintética que, em breve, vai descascar… Isso quando ela já não chega na loja arranhada. 

Já sobre a durabilidade, não precisamos nem falar, né? Em poucos dias, sua bijuteria vai perder o pouco encanto que tinha e você nunca mais vai sentir vontade de usá-la de tão feinha que ela estará.

As semijoias

Uma semijoia de qualidade é produzida com materiais nobres e é revestida de ouro, prata ou ródio – normalmente, os revestimentos têm de 8 a 10 milésimos de espessura, no mínimo, o que é um excelente fator de qualidade.

Problemas como irritação e alergias na pele são praticamente improváveis com semijoias e as pedras utilizadas são não feitas de plástico e são cravejadas com o próprio metal da peça, diferente das bijuterias. Cristais e zircônias são pedras comuns de serem utilizadas em semijoias.

Quanto ao acabamento, as semijoias são polidas, evitando o incômodo que as rebarbas podem causar. Elas também recebem um banho extra de verniz, o que intensifica o brilho da peça.

Semijoias ou Bijuterias?

Se você deseja um acessório de qualidade, belo e durável, opte por semijoias. Apesar do preço acessível das bijuterias, se você pensar a longo prazo, o investimento não compensa… Lembre-se daquele clichê de que “o barato pode sair caro”. Muito caro! 

As semijoias não vão te deixar na mão em meio a nenhum compromisso e, se cuidadas com todo o carinho e de forma correta, elas estarão sempre lá, esperando para serem usadas por você mais uma vez.

Aliás, não deixe de dar uma olhadinha nas coleções da Shelook. Elas possuem garantia de até 6 meses após a data da compra, são entregues em todo o país e podem ser dividas em até 6x sem juros, tudo para garantir a sua satisfação e te deixar ainda mais linda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.