Conheça a origem do movimento Outubro Rosa e sua importância

0

Outubro é um mês especial para as mulheres, é o mês de vestir a camiseta do movimento Outubro Rosa com o objetivo de conscientizar sobre a importância da prevenção ao Câncer de Mama, doença mais comum entre as mulheres do mundo todo.

Reservamos nossas redes sociais e nosso site (ele está rosa, você já viu? 🥰) para falar sobre o movimento e dar dicas sobre autoexame, além de te lembrar a importância do amor próprio, que também se manifesta no cuidado que nós temos com nosso corpo.

Só em 2017, a doença foi responsável pela morte de mais de 16 mil brasileiras. Nos últimos 35 anos, de 1980 a 2016, foi observado um aumento de 33,6% no número de mortes, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Saiba a origem do movimento Outubro Rosa

Comemorado mundialmente, sendo pauta de empresas, entidades e da população, o Outubro Rosa surgiu nos Estados Unidos. Vários Estados organizavam ações sobre a doença. Em pouco tempo, o Congresso Americano aprovou que o mês fosse referência na luta contra a doença.

O “rosa” do nome do movimento faz referência ao famoso laço cor-de-rosa lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, responsável por organizar a 1ª Corrida pela Cura, em Nova York, no ano de 1990, sendo a maior organização mundial de câncer de mama encarregada de realizar pesquisas sobre o assunto.

“Corrida pela Cura”, em Indiana, no ano de 1992, organizada pela Susan G. Komen

Sete anos depois, o Outubro Rosa já esbanjava força. Entidades das cidades de Yuba e Lodi, nos Estados Unidos, começaram a fomentar ações voltadas a conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce do câncer de mama. Desfiles de moda, corridas, partidas de boliches foram organizadas com sobreviventes da doença.

No Brasil, o primeiro sinal em apoio ao movimento foi a rápida iluminação do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista, situado na capital do Estado de São Paulo. A iniciativa foi responsabilidade de um grupo de mulheres simpatizantes da luta contra o câncer de mama.

Hoje em dia, além de iluminar monumentos, prédios públicos, pontes, teatros, etc, de rosa, mutirões de mamografia também são realizados em diversas cidades do país, além da conscientização propagada em reportagens de TV, jornais, revistas e na Internet.

Saiba como fazer o autoexame

Não há uma causa única para o câncer de mama. Sabe-se que quanto mais idade, maior o risco de desenvolver a doença, fatores relacionados à vida reprodutiva da mulher, como idade da primeira menstruação, ter tido ou não filhos, idade em que entrou na menopausa, além do histórico familiar, consumo de bebidas alcoólicas, excesso de peso, exposição à radiação ionizante, podem colaborar para o desenvolvimento da doença. 

Faça o autoexame de forma confortável, basta seguir as orientações abaixo:

  • Em pé, em frente a um espelho, observe a superfície dos seios, o bico e contorno das mamas.
  • Ainda em pé, levante os braços e repare se o movimento altera o contorno e a superfície das mamas.
  • Deitada, utilize a mão esquerda para apalpar a mama direita. Faça movimentos circulares suavemente, apertando levemente com a ponta dos dedos. Faça a mesma coisa a mama esquerda utilizando a mão direita.
  • No banho, com a pele úmida, levante o braço direito e deslize os dedos da mão esquerda sobre a mama direita até a axila. Faça o mesmo na mama esquerda.

Ao perceber qualquer alteração, procure um profissional o quanto antes. Nós queremos ver você bem, saudável e linda! 

Ajude-nos a reforçar a importância do movimento Outubro Rosa, converse com as mulheres que estão à sua volta. Vamos juntas praticar as ações recomendadas não só neste mês, mas durante todo o ano. Invista em atividades físicas, em uma alimentação saudável… Cerca de 30% dos casos podem ser evitados quando praticamos bons hábitos.

Você pode ter mais informações sobre a doença acessando a cartilha “Câncer de Mama: vamos falar sobre isso?” elaborada pelo Inca. 
Se toque, se olhe, se ame. 💓🌷🎗️

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.