10 filmes para você se empoderar – Dia Internacional da Mulher

0

Março é importantíssimo, pois se comemora o Dia Internacional da Mulher celebrado no oitavo dia do mês. Sendo assim, normalmente o mês inteirinho é cheio de homenagens e representações sobre a força, a luta e a garra feminina que transforma o mundo diariamente.

É justamente por isso que a Shelook preparou uma lista de 10 filmes para você se empoderar durante esse mês e todos outros, fortalecendo ainda mais a mulher guerreira que você é a partir da vida de outras mulheres — sejam elas fictícias ou não. 

Cena do Filme Lady Bird - Dia Internacional da Mulher

Veja as dicas de filmes que selecionamos para você se inspirar e se empoderar neste Dia Internacional da Mulher:

As Sufragistas (2015)

Você já ouviu falar no termo “Sufragistas”? Ele representa aqueles defendem a extensão dos votos a todos, sem distinção de raça, sexo, poder econômico, origem, etc. No início do século XX, as mulheres ainda não votavam no Reino Unido. É então que um grupo de mulheres decide coordenados atos de insubordinação, quebrando vidraças e explodindo caixas de correio, com o objetivo de chamar a atenção dos políticos locais. As Sufragistas, além de ser um filme de extremo contexto histórico, é um filme sobre como, às vezes, lutar pela igualdade requer sacrifícios.


A Menina de Ouro (2004)

Esse filme é pra provar que se tem uma coisa que mulher também tem é força, seja física ou espiritual. Em A Menina de Ouro você vai pode acompanhar a trajetória de Maggie Fitzgerald (Hilary Swank), uma jovem extremamente determinada que possui um sonho: lutar boxe, mesmo não sendo tão boa assim. Por isso, a menina vai atrás do amargurado treinador Frankie, que não aceita treinar mulheres. Onde será que essa história vai parar, em?! Só assistindo pra saber. Uma dica: prepare os lencinhos.


Frida (2002)

Frida Kahlo, além de um ícone do Surrealismo, continua até hoje sendo um dos maiores símbolos do feminismo, por causa de sua autenticidade, suas inspirações e suas paixões.É bem comum encontrar o rosto dela estampado em cadernos, camisetas e bolsas. Nessa biografia dirigida em 2002, conheça um pouco mais sobre a história dessa mulher tão frágil e forte ao mesmo tempo que foi capaz de marcar não só a arte, mas a história como um todo.


Lady Bird (2017)

Você se lembra do seu último ano do colégio? Quais eram os seus sonhos? Em Lady Bird, a jovem Christine McPherson deseja fazer faculdade longe da sua cidade natal. Porém, a mãe da menina não aprova de forma alguma a ideia. As desavenças com a mãe se intensificam diariamente, enquanto isso Christine  — que não pretende desistir do sonho dela — aproveita as obrigações estudantis no colégio católico, vive o primeiro namoro, entre outras peripécias dessa fase que nós conhecemos bem.


O Sorriso de Monalisa (2003)

Já imaginou como era ser professora de arte, essa atividade alvo de tanta polêmica, na década de 1950? Em o Sorriso de Monalisa, vemos as dificuldades da professora Katherine Watson em enfrentar uma escola feminina, tradicionalista, onde as meninas são educadas para serem esposas cultas e mães responsáveis. Além de ampliar sua visão sobre o papel da mulher na sociedade, o filme também traz experiências visuais com a exibição de telas de Van Gogh, Picasso, entre outros. Com certeza, é um dos nossos preferidos desta lista.



Que Horas Ela Volta? (2015)

É claro que não ia faltar um filme nacional por aqui. O longa Que Horas Ela Volta? é daqueles filmes para ficar refletindo a semana inteira. De forma sútil e até cômica, às vezes, a obra explora as diferenças entre as classes sociais e também entre mães e cuidadoras, já que Val, interpretada por Regina Casé, cuida do filho dos patrões, Fabinho, e precisa lidar com a chegada da própria filha, que ela não vê há 13 anos.


Coco Antes de Chanel (2009)

Se você gosta de moda, com certeza já ouviu falar em Chanel. A marca, com sede na França, foi fundada em 1909 por Gabrielle Coco Chanel, cuja história você pode conhecer em Coco Antes de Chanel. Da infância perturbada, o trabalho numa alfaiataria durante o dia e as cantorias num cabaré à noite, até a ascensão da estilista que “criou a mulher moderna” e continua marcando as passarelas.


O Diabo Veste Prada (2006)

Outro filme sobre o mundo da moda, dessa vez sobre como ele pode ser cruel com as garotas que sonham em fazer parte dele, mesmo que não seja nas passarelas dos maiores desfiles, é a adaptação de um livro. Em O Diabo Veste Prada, Andrea “Andy” Sachs acaba de se formar na Universidade Northwestern e está disposta a encarar um ano de experiência sendo assistente pessoal júnior da arrogante Miranda Priestly, a editora-chefe da revista Runway.O melhor de tudo: o filme se passa em Nova York, a cidade dos sonhos.


Valente (2012)

Esse é para empoderar as pequenas mulheres também. Na animação produzida pela Pixar e pela Walt Disney Pictures, uma menininha de cabelos encaracolados e ruiva vai enfrentar, a princesa Merida, vai enfrentar os costumes do seu reino, quando descobre que sua mão será disputada durante um torneio de arco e flecha. Será que ela vai conseguir aquilo que quer?


Histórias Cruzadas (2011)

Prepare os lencinhos. Com grandes nomes do cinema como Emma Stone, Viola Davis, Octavia Spencer, Bryce Dallas Howard, entre outras, o filme é ambientado em Jackson, Mississippi, a temática central do filme é o racismo. A personagem Skeeter é uma jornalista que decide entrevistar domésticas negras e escrever um livro a partir das perspectivas delas (conhecido como The Help), alertando sobre como elas estão sofrendo racismo na casa de pessoas brancas.


Vá além: cuide da sua mente e do seu corpo

Gostou da nossa lista de filmes? Qual deles você já assistiu e qual pretende começar a ver agora mesmo? Essa listinha é pra te lembrar que quando você cuida da sua mente, seja em um momento de lazer, como assistir um filme, você também está cuidando do seu corpo

Não só neste mês, mas em todos os outros também, faça isso: cuide mais de você por você.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.